quarta-feira, 2 de julho de 2014

Campanha de choque contra abusos usa imagens Disney

Artista norte-americana utilizou algumas das mais conhecidas personagens da Disney para criar uma campanha de alerta para os abusos sexuais de menores.
Saint Hoax, o pseudónimo de uma artista nascida no Médio Oriente, criou uma série a que chamou "Princest Diaries" (num trocadilho que junta as palavras princess - princesa - e incest - incesto) que mostra várias personagens das Princesas Disney a serem forçadas a beijar os seus pais.

A ideia é chamar a atenção para os casos de violência sexual sobre menores em geral, mas especialmente as crianças mais novas, levando-as a não terem problemas em denunciar casos semelhantes, caso lhes aconteçam.

Em rodapé de cada um dos posters pode ler-se: 46% dos menores que são violados são vítimas de membros da família. Nunca é demasiado tarde para denunciar o seu ataque".
A estatística, segundo a edição online da revista Time, é retirada de um relatório do Departamento da Justiça norte-americano datado de 1992, onde se lia que 46% das vitimas com menos de 12 anos foram atacados por membros da sua família. O mesmo estudo adianta ainda que na faixa etária dos 12 aos 17 anos este número é de 20%.

Ainda que se tratem de dados antigos, vão ao encontro das informações reveladas por um estudo mais recente e publicado em 2000 que é citado pela Rede Nacional contra o Abuso, Violação e Incesto (RAINN na sigla inglesa), que dava conta que 34,2% de abusos sexuais a jovens foram perpetrados por membros de família, e que 58,7% das vítimas menores de 18 anos são atacados por alguém que conhecem.