quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Rascunhos de Osamu Tezuka publicados pela primeira vez

A editora Shogakukan lançou um tankouban de notas de produção e trabalhos antigos do mangaka Osamu Tezuka no começo da semana passada.

Pela primeira vez, a Tezuka Osamu Sousaku Note to Shoku Sakuhin Shuu 2 (Notas de produção e primeiros trabalhos de Osamu Tezuka, numa tradução livre) inclui as primeiras criações do “Deus do Mangá”, de quando ele era um estudante de 14 anos, em 1943. Oyaji Tantei e Baritone Koujou Jiken, os mais antigos livretos de mangá de Osamu Tezuka, são reproduzidos na coleção.
Oyaji Tantei foi o primeiro projeto a caneta e tinta de Tezuka, e uma ilustração de seu personagem principal serve como a capa do novo livro. O detetive do título, personagem retratado acima, proviu como base para Higeoyaji, um proeminente membro do grupo de Tezuka de personagens estrelas que reaparecem um muitas de suas numerosas histórias.

Notas de produção de Gessekai no Keisatsu e Uchuutei Jiken, trabalhos que permanecem não-publicados, aperecem no livro junto de nota de trabalhos populares de Tezuka, como Kimba, o Leão Branco (Jungle Taitei) e Faust.
Após obter a graduação de médico, Osamu Tezuka abandou seu trabalho como doutor e continuou a se tornar um proeminte e prolífico criador de anime e mangá.

Maachan no Nikkichou (O Diário de Maachan) foi seu primeiro mangá publicado, em 1946. Astro Boy, Black Jack e Hi no Tori contam por algumas das mais de 150 mil páginas de mangá produzidas por Tezuka antes de sua morte em 1989. Shogakukan publicou o primeiro tankouban de Tezuka Osamu Sousaku Note to Shoku Sakuhin Shuu em Dezembro de 2010.